Wednesday, December 17, 2008

Seguidores do Caminho da Alma


Amigos, visitantes, leitores,
Inscrevam-se como Followers no blog, para receberem notícias, bónus, informações sobre retiros, partilhas do vegetal...
Gostariam de ver o blog noutra língua? Outros conteúdos? Fica à espera do Follower... É a ferramenta do lado direito que vos permite inscrever-vos.
Até breve
Géraldine Correia


Tuesday, December 9, 2008

Os Kogis e a última sabedoria da Terra

Eric Julien foi salvo de um edema pulmunar pelos Kogis, tribo remota da Colômbia do Norte, última grande civilização pré-colombiana. Nesta cultura, os shamans passam 18 anos no escuro, sem influência cultural ou familiar, antes de serem eleitos Mamus, ou sábios curadores.

Este geólogo bateu-se para que os Kogis recuperassem algumas das suas terras. Este povo considera-se o guardião da Sierra, montanhas que permitem manter o equilíbrio do mundo. Com viagens de Kogis e fundos angariados, Julien conseguiu atingir os seus objectivos. Mais tarde, criou uma série de conferências para empresários sobre vários aspectos da cultura Kogi - como tomam decisões, como implemenatm um projecto, e sobretudo, como um ponto de vista associado à natureza, e não dissociado dele, permite chegar a soluções totalmente novas.

Thursday, December 4, 2008

O que é a neurobiologia das plantas?


A neurobiologia das plantas descreve um campo antigo e fascinante do vegetal que lida com uma base fisiológica do comportamento adaptativo das plantas. É uma espécie de biologia sensorial das plantas. Nesta perspectiva, mais completa, as plantas são consideradas como organismos que processam informação, com comunicações complexas de vários tipos no seio de uma planta isolada. A ciência procura saber como a informação é acumulada e processada, quais as vias para a transmissão de dados (já que não há sistema nervoso), e como são integradas e coordenadas respostas adaptativas, como os acontecimentos são "recordados" para permitir previsões realistas do futuro com base em experiências passadas.
"As plantas têm um comportamento tão sofisticado quanto os animais, mas este potencial foi ocultado por acontecer numa escala de tempo muitíssimo mais lenta do que a dos animais. Esta característica deveria tornar mais fácil, para cientistas, descobrir os mistérios das suas funções neurobiológicas e respostas comportamentais", escreve a Society of Plant -Neurobiology, que não tem qualquer cariz paranormal, esotérico ou espiritual.

Veja aqui este interessante site científico.

Sunday, November 30, 2008

Primeiras críticas ao livro

Plantas do Poder... o Caminho da Alma
"Ayahuasca, o caminho da Alma" foi o código sublime que Géraldine Correia encontrou na linguagem dos homens para expressar aquilo que só é plenamente expressável na linguagem dos deuses que comunicam com Deus. Com uma elasticidade constante no seu pensamento irrequieto e iluminado a autora consegue, num só registo, aliar habilmente o caminho do seu Ser, a abordagem científica da planta e o seu uso em diferentes rituais e contextos, nos quais participou. O labirinto feito de personagens autobiográficas que vivem o poder da planta tem uma única saída - o próprio começo do livro onde Géraldine, desprovida de todas as cores extasiantes que brotam da planta, surge simplesmente transparente, dando sentido ao caos que abriu a porta para o Caminho. Apesar do rigor científico, este não é um caminho relatado por uma jornalista ou escritora. É o relato de uma Alma que desperta para o Caminho da Alma. As experiências relatadas, quer na selva quer em outros contextos, são especiais só pelo facto de serem únicas e vividas em profundidade.O dia amanhece...Rejuvenescida pelo vinho envelhecido da Alma, a Beleza do Ser sussura "E se é preciso sermos em absoluto, porque não sermos tudo aquilo que podemos ser?"
Aqui está o blogue original onde surgiu a crítica

Friday, November 28, 2008

Sunday, November 23, 2008

Documentário Envoyé Spécial Parte 2

Para quem quiser ver a segunda parte, ainda terá mais dúvidas... Mas verá um cirurgião que escolheu aprender medicina tradicional, e uma verdadeira metamorfose. Para quem esteve presente é sempre uma surpresa, pois durante as cerimónias estamos no escuro. Recordamos todos com um sorriso, todavia, rugidos de garganta humana. 
E a pergunta mais importante de todas: quem nos garante que saímos, de facto, daquela malloca - ou de outra? E quem é mais real: o jaguar ali ou o humano noutro mundo?

Thursday, November 20, 2008

Reportagem Envoyé Spécial - Segundo retiro em Iquitos

A televisão francesa foi filmar-nos e entrevistou-me. Vejam como pode correr uma experiência, esta com os shipibo. 
A reportagem é controversa porque não explica o ritual nem a parte da alma. As pessoas filmadas e do grupo criticaram a abordagem, mas no fundo o importante é falar-se ao grande público da planta - foi a primeira vez que surgiu um trabalho sobre Ayahuasca em prime time. Outro tipo de documentário mais filosófico só mesmo no canal Arte às 3 da manhã.
Há uma colagem de entrevistas que pode dar a entender que o xamã é comercial, só porque tem telemóvel. Mas ele não tem carro sequer, vive como os outros com duas horas de electricidade por dia 
Já passou duas vezes na tv francesa em primetime. Eis a primeira parte, divulgo a segunda brevemente...

http://www.dailymotion.com/max29490/video/x6666k_envoye-special-voyages-chamaniques_news

Thursday, November 13, 2008

Ayahuasca, O Caminho da Alma está nas bancas!!!





Yagé, Caapi, Cipó, Hoasca, Oni Xuma, Mariri, Daime… são tantos os nomes quantas as culturas

indígenas do Alto Amazonas que bebem ritualmente Ayahuasca. As lendas dos Índios dizem que as

plantas de poder nos foram deixadas por extraterrestres para aprendermos a ser humanos. Ayahuasca

– O Caminho da Alma levanta o véu sobre o mundo das plantas mestres da Amazónia. Através de

uma explicação científica, de testemunhos e entrevistas, é possível reconstruir uma narrativa sobre o

que é a ligação à selva, à floresta e aos ensinamentos de plantas como a Ayahuasca – trepadeira das

almas, porta de entrada para uma nova dimensão de consciência.

A Ayahuasca é bebida em chá, com Chacruna, e provoca uma hiperconsciência em quem a ingere.

«É como se víssemos a nossa vida ao microscópio», descreve um dos protagonistas. Bebida suprema

de anti-oxidantes, é também um agente de cura para doenças terminais, rejuvenescedora e desintoxicante

natural. Efeitos secundários: transformação profunda! Saiba também como nasce um xamã,

descubra o poder dos ícaros e hinos, da selva amazónica e dos rituais como o Santo Daime, que











reenqua dram La Madre, como chamam à planta, num contexto cristão. Ayahuasca é uma porta de

entrada para um mundo mágico, o xamanismo e a reconexão com o planeta que nos sustenta.

Friday, October 31, 2008

O nosso cérebro está preparado para o sagrado há um milhão e meio de anos

"The human brain shares an affinity with hallucinogens. Our neural chemistry contains some of the most powerful psychotropic compounds in the world, such as tryptamines and seratonin, which are identical to those found in many teacher plants. It is part of our design, our biological blueprint to be able to move into expanded awareness or deep trance almost at will, and this may be no accident of evolution.... For at least a million and a half years, we have been hard wired for the sacred, even though many of us are largely denied it today." Ross Heaven and Howard Charing from Plant-Spirit Medicine- Traditional Techniques for Healing the Soul
Fonte
http://robinflynn.blogspot.com

Tuesday, October 7, 2008

Osho sobre breakdown e breakthrough

To transform breakdowns into breakthroughs is the whole function of a master. The psychotherapist simply patches you up. That is his function. He is not there to transform you. You need a meta-psychology, the psychology of the buddhas. 

It is the greatest adventure in life to go through a breakdown consciously. It is the greatest risk because there is no guarantee that the breakdown will become a breakthrough. It does become, but these things cannot be guaranteed. Your chaos is very ancient - for many, many lives you have been in chaos. It is thick and dense. It is almost a universe in itself. So when you enter into it with your small capacity, of course there is danger. But without facing this danger nobody has ever become integrated, nobody has ever become an individual, indivisible. 

Zen, or meditation, is the method which will help you to go through the chaos, through the dark night of the soul, balanced, disciplined, alert. The dawn is not far away, but before you can reach the dawn, the dark night has to be passed through. And as the dawn comes closer, the night will become darker.

Osho Walking in Zen, Sitting in Zen Chapter 1

 

Friday, October 3, 2008

Actos de poder e de cura



Existem actos de poder, de confronto com o Espírito, com a Natureza, com o inconsciente, com a vida. Aventurar-se no desconhecido é um acto de poder. Confrontar o passado é um acto de poder. Aprender a morrer é aprender a viver.


Thursday, October 2, 2008

Estados (des)alterados de consciência

"Acredito que o homem se habituou a este estado de consciência, esta consciência desperta, e seria presunçoso pensar que é o único estado em que as nossas percepções são verdadeiras" (Alberto Villoldo, Erik Jendresen, Dance of the Four Winds).
As plantas são entidades que podem ser canalizadas sob a orientação de um curandeiro experiente.
Os véus começam a levantar-se quando as defesas começam a cair. Parece-nos que ficamos mais vulneráveis, mas estamos precisamente mais receptivos às revelações.
A mitologia une-nos a todos e as visões recorrem a essa fonte universal. Cada um de nós é um universo infinito, cujos anjos e demónios são os pensamentos, as emoções, a memória, o corpo.

Wednesday, October 1, 2008

votações

O dia começou mal para o Santo Daime, votado como seita a 100% e sem opiniões contestatárias. Mantém-se o inquérito. Força!

jan Kounen sobre plantas, das emoções aos pensamentos

definição do chamanismo

PHD Stanford Jérémy Narby sobre os conhecimentos dos indios

Jeremy NarbyJérémy Narby
Para quê uma dieta? 
Commençons d'abord par créer par l'intermédiaire de la pensée métaphorique des doubles analogiques de nos éléments précédemment cités. Ainsi, le corps du postulant pourra être comparé à une maison, les plantes maîtresses à des invités de marque, la diète à un grand ménage de printemps, l'isolement à une forme de disponibilité, etc. l'ensemble de ces éléments métaphoriques constituant ainsi une structure cognitive d'accueil pour les esprits des plantes.

Le postulant à la diète, " une maison symbolique "

L'on peut alors comparer le postulant à la diète à une personne qui va recevoir des invités. Dans ce cadre dièter équivaux à ranger et nettoyer son corps-maison pour recevoir ses amis. L'isolement pourrait être symbolisé par deux notions, d'abord l'attente qui précède la réception des invités puis la disponibilité, car il est évident que lorsqu'on reçoit quelqu'un on lui consacre son temps et on ne va pas vaquer à d'autres affaires. Il est intéressent de noter que ces diverses métaphores et notamment celles qui comparent les plantes maîtresses à des invités font émerger la notion de personnification des végétaux faisant entrer en résonance la structure cognitive qui lui correspond. Ce cadre de pensée métaphorique génère une visualisation de ces personnifications qui éveillent ensuite des réponses dans notre inconscient qui se manifesteront plus facilement dans les rêves du postulant disposant ainsi d'un cadre structurel.

Vejam este site sobre aspectos de botânica das plantas maestras:
http://shanefrance.org/Le-chamanisme/index_fra.php 

- Una de gato (griffe de chat) (Uncaria tomentosa) 
propriétés médicinales : antibactérien, anti-inflammatoire, antitumoral, immunostimulant. Parties utilisées : écorces.

- Maca (Lepidium meyenil) 
propriétés médicinales : tonique, antifatigue, immunostimulant. Parties utilisées : racines

- Sangre de grado (Croton draconoides) 
propriétés médicinales : anticancéreux, antiparasitique, cytotoxique, vasodilatateur. Parties utilisées : sève.

- Anamu (Petiviera alliacea) 
propriétés médicinales : analgésique, antispasmodique, diurétique, antirheumatique. Parties utilisées : feuilles et branches.

- Ipopuro (Alchronia castaneifolia) 
propriétés médicinales : antimicrobien, laxatif, anti-inflammatoire, anti-arthritique. Parties utilisées : feuilles.

- Chuchuhuasi (Maytenus krukovii) 
propriétés médicinales: analgésique, antitumoral, anti-arthritique, immunostimulant, antirhumatismal, relaxant musculaire. Parties utilisées : racines et écorces basses.

- Jergon sacha (Dracontium longpipes) 
propriétés médicinales: antiviral, contre les morsures de serpents, l'herpès, la diarrhée, tonique. Parties utilisées : racines.

- Ajosacha (Pseudocaymma alliaceum) 
propriétés médicinales : contre le rhume, la grippe, les rhumatismes. Parties utilisées : racines et feuilles.

- Chai (Tuna puntia) 
propriétés médicinales : contre les ulcères de l'estomac, la fièvre. Parties utilisées : la chair.

- Achiote ou (roucou) (bixa orellana) 
propriétés médicinales : diabètes, expectorant, antibactérien, antioxydant, nutritif. Parties utilisées : feuilles.

- Pinon blanco (Jatropa curcas) 
propriétés médicinales : contre les maladies gastro-intestinales. Parties utilisées : feuilles.

- Marosa (Calathea allouia) 
propriétés médicinales : diurétique. Parties utilisées : feuilles et racines.



Friday, September 12, 2008

viagens xamânicas

Plantas mestras, povos indígenas, xamãs, aprendizes de xamã... A Pergaminho está prestes a lançar O Caminho da Alma, o primeiro de uma série de livros de reportagem e estudo de práticas xamânicas da América Latina.