Thursday, October 2, 2008

Estados (des)alterados de consciência

"Acredito que o homem se habituou a este estado de consciência, esta consciência desperta, e seria presunçoso pensar que é o único estado em que as nossas percepções são verdadeiras" (Alberto Villoldo, Erik Jendresen, Dance of the Four Winds).
As plantas são entidades que podem ser canalizadas sob a orientação de um curandeiro experiente.
Os véus começam a levantar-se quando as defesas começam a cair. Parece-nos que ficamos mais vulneráveis, mas estamos precisamente mais receptivos às revelações.
A mitologia une-nos a todos e as visões recorrem a essa fonte universal. Cada um de nós é um universo infinito, cujos anjos e demónios são os pensamentos, as emoções, a memória, o corpo.

No comments: